Tega Engenharia e Meio Ambiente

Informações Tega

PENALIDADES RELACIONADAS AO TRATAMENTO INEFICIENTE DE UMA ETE.

Mais notícias

Sabemos que garantir que a qualidade dos efluentes tratados esteja dentro das normas estabelecidas pelos órgãos de saúde e ambientais é uma das maiores preocupações de quem possui uma Estação de Tratamento.

Mas, o que pode acontecer, caso o tratamento esteja ineficiente?

O lançamento de despejos líquidos em desconformidade com a legislação ambiental pode causar diversos danos ao meio ambiente e a saúde pública além de ser caracterizado como um crime ambiental conforme previsto na Lei Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998.

O responsável pelo lançamento pode sofrer sanções administrativas e autuações de órgãos como Ministério Público, CETESB, IBAMA, Polícia Ambiental e Prefeituras Municipais, que variam de multas à cessação permanente da atividade. No caso de empresas com certificação ambiental, a mesma pode ser suspensa causando transtornos ao negócio.

Os danos ambientais vãos desde a piora na qualidade dos corpos d’água, toxicidade e mortandade de espécies aquáticas bem como problemas de saúde pública.

Além de um bom projeto, a operação e monitoramento dos sistemas de tratamento de despejos sanitários e/ou industriais garantem e validam a eficiência do sistema e portanto, o atendimento aos requisitos previstos na legislação ambiental.

Uma equipe altamente capacidade e indicadores de processo são fatores muito importantes para garantia da eficiência do sistema.

Neste sentido, muitos empresários optam por terceirizar esta atividade e concentrar em suas atividades principais (core business), otimizando processos, aumentando a eficiência e reduzindo as despesas.


QUERO SABER COMO TERCEIRIZAR O GERENCIAMENTO DE ESTAÇÕES NO MEU EMPREENDIMENTO



Solicitar orçamento

Tega Engenharia